Novidades

A Ford Europa aposta tudo nos veículos elétricos com vista a uma rentabilidade sustentável.

01/03/2021 | Automóvel

Ford totalmente Elétrica ou Híbrida Plug-in em 2030

A Ford comprometeu-se com o facto de que, em meados de 2026, a totalidade da sua gama de modelos de passageiros na Europa terá uma capacidade de emissões zero, em configuração totalmente Elétrica ou Híbrida Plug-in, tornando-se, em 2030, uma gama exclusivamente elétrica.

A fábrica Ford de Colónia inicia transformação de mil milhões de dólares.

  • A Ford adianta que, em meados de 2026, 100% da sua gama de veículos de passageiros na Europa terá capacidade de emissões zero, a partir de uma configuração totalmente elétrica ou híbrida plug-in; em 2030 a gama tornar-se-á 100% elétrica;
  • A gama de veículos comerciais da Ford na Europa terá igualmente a capacidade de atingir as emissões zero em 2024, integrando modelos totalmente elétricos e híbridos plug-in que, já em 2030, irão representar dois terços das vendas;
  • Manter a liderança europeia da Ford na área de negócio de veículos comerciais é essencial para o crescimento futuro e para a rentabilidade da marca, contribuindo para isso a apresentação de novos produtos e serviços, bem como a aliança estratégica da Ford com a Volkswagen e a joint-venture Ford Otosan;
  • O compromisso da Ford com um futuro totalmente elétrico é reforçado por um investimento de mil milhões de dólares num novo centro de produção de veículos elétricos em Colónia; o primeiro veículo elétrico da companhia, de produção em massa e destinado aos clientes europeus, sairá das linhas de produção de Colónia a partir de 2023;
  • Depois da bem-sucedida reestruturação e do regresso à rentabilidade na Europa no quarto trimestre de 2020, a Ford passa à fase seguinte do seu plano, liderado por um futuro totalmente elétrico; e mantém-se focada em alcançar uma margem EBIT (nota: Lucros Antes de Juros e Impostos) de 6% como parte do plano da empresa para transformar as suas operações automóveis globais.

A Ford dá um passo significativo na sua transformação europeia com o compromisso de apostar tudo nos seus veículos elétricos de passageiros e de crescer substancialmente na eletrificação do seu já líder negócio de veículos comerciais.

A Ford comprometeu-se com o facto de que, em meados de 2026, a totalidade da sua gama de modelos de passageiros na Europa terá uma capacidade de emissões zero, em configuração totalmente elétrica ou híbrida plug-in, tornando-se, em 2030, uma gama exclusivamente elétrica. De uma forma similar, toda a gama de veículos comerciais da Ford terá, já em 2024, uma capacidade de emissões zero, com recurso a motores 100% elétricos ou híbridos plug-in. Em 2030, dois terços das suas vendas de veículos comerciais deverão ser de veículos 100% elétricos ou híbridos plug-in.

Este anúncio surge no seguimento da notícia do regresso da Ford à rentabilidade na Europa, alcançada no quarto trimestre de 2020, e de um grande investimento no domínio da eletrificação. A Ford anunciou que está a investir a nível global, e até 2025, pelo menos 22 mil milhões de dólares em eletrificação, quase o dobro do valor previamente alocado aos veículos elétricos. “Reestruturámos com sucesso o nosso negócio e regressámos à rentabilidade no quarto trimestre de 2020. Agora, aceleramos em direção a um futuro totalmente elétrico na Europa com a proposta de novos veículos e uma experiência de cliente de classe mundial”, disse Stuart Rowley, Presidente da Ford Europa. “Este ano, esperamos continuar com esta dinâmica forte na Europa e manter-nos focados em conseguir o objetivo de alcançar uma margem EBIT de 6% como parte do plano de transformação da companhia para as suas operações automóveis a nível global.”

No centro da transformação das operações da Ford na Europa, durante os últimos dois anos, esteve uma evolução positiva de mil milhões de dólares em custos estruturais, as compensações de mercados de baixo desempenho, a criação de uma linha de veículos pensada para os três grupos de negócio e orientados para os clientes, as parcerias para impulsionar o crescimento e os níveis superiores de rentabilidade transversal a todo o negócio. Acelerar o crescimento do negócio de veículos comerciais da Ford. Em 2020, pelo sexto ano consecutivo, a Ford foi a líder do mercado de veículos comerciais na Europa. O crescimento da Ford no importante negócio dos veículos comerciais é essencial para a sua rentabilidade na Europa e para isso tem contribuído a apresentação de novos produtos e serviços, o trabalho conjunto com uma extensa rede de parceiros da área da transformação de veículos comerciais, a aliança estratégica da Ford com a Volkswagen e a sua joint-venture Ford Otosan, que tem permitido reduzir os custos de desenvolvimento e de aquisição de veículos.

A impulsionar o crescimento do negócio dos veículos comerciais estará um ecossistema construído em redor de serviços conectados, desenvolvidos em conjunto com os clientes e pensados para melhorar as suas experiências e ajudar os seus negócios a prosperar. Entre estes serviços encontram-se, por exemplo, gestores de tempo de atividade e produtividade, como a FordPass Pro para frotas com um máximo de cinco veículos, e o lançamento da Ford Fleet Management, uma solução criada no ano passado pela Ford e pela ALD Automotive com o objetivo de maximizar a produtividade dos clientes frotistas que procuram serviços personalizados para manter os seus veículos na estrada.

Recentemente, a Ford e a Google anunciaram também a criação de um novo grupo de colaboração, o Team Upshift, com o objetivo de promover oportunidades disruptivas baseadas no tratamento de informação. Esta parceria inédita, combinada com as capacidades internas da Ford, será a base de experiências e de serviços inovadores, quer para os clientes de veículos comerciais Ford, quer para os clientes de veículos de passageiros.

O investimento de mil milhões de dólares na fábrica da Ford em Colónia. A liderar o avanço da Ford em direção a um futuro totalmente elétrico está o novo investimento de mil milhões de dólares para a modernização da fábrica de Colónia, na Alemanha, um dos maiores centros de produção na Europa e sede estrutural da Ford Europa. O investimento vai transformar as operações atuais de produção de veículos no novo Ford Cologne Electrification Center para a produção de veículos elétricos, as primeiras instalações deste género da Ford na Europa.

A Ford confirmou ainda que o primeiro veículo elétrico de passageiros, de produção em massa na Europa e destinado a clientes europeus, será fabricado nestas novas instalações a partir de 2023, estando em aberto a possibilidade de também vir a ser produzido em Colónia um segundo modelo totalmente elétrico. “O nosso anúncio de hoje, de transformação das instalações de Colónia, a base das nossas operações na Alemanha há 90 anos, é um dos mais significativos que a Ford fez ao longo de uma geração. Sublinha o nosso compromisso com a Europa e com um futuro moderno onde os veículos elétricos assumem o centro da nossa estratégia de crescimento,” referiu Rowley. “A decisão de transformar o centro de produção e desenvolvimento de Colónia no centro de mobilidade elétrica da Ford na Europa é um sinal importante para toda a força de trabalho,” referiu Martin Hennig, Chairman do Conselho Geral de Trabalhadores da Ford-Werke GmbH. “Oferece uma perspetiva a longo prazo aos nossos colaboradores e ao mesmo tempo encoraja-os a colaborarem na modelação deste futuro elétrico”. Já Rowley acrescentou: “Vamos disponibilizar uma gama excecional de veículos eletrificados, apoiados por experiências e serviços digitais centrados no cliente, convidando os nossos clientes a juntarem-se a nós na viagem até um futuro totalmente elétrico que acaba de começar com o lançamento do Mustang Mach-E 100% elétrico. Em combinação com a nossa liderança na área dos veículos comerciais, irão formar a base de uma rentabilidade sustentável do negócio da Ford na Europa.”

Novas informações sobre o plano de eletrificação da Ford e sobre a transformação da fábrica de Colónia serão reveladas nos próximos meses.

Contacte-nos para mais informações aqui.

Ver todas as novidades »

Siga-nos

Já segue o Grupo Auto-Industrial?
Conheça, em primeira mão, todas as novidades.

Newsletter

Inscreva-se e receba regularmente informação
personalizada no seu email.

Arbitragem de conflitos de consumo

Conforme Lei nº 144/2015, o consumidor pode recorrer ao Centro de Arbitragem do Sector Automóvel, com sítio em www.arbitragemauto.pt e sede na Av. República,44 - 3º Esqº, 1050 194 Lisboa